Zines

Eu adoro o formato de zine para juntar minhas histórias. Os quadrinhos se encaixam bem, a leitura fica gostosa, e é uma delícia ter o livrinho nas mãos. Já levei zines em várias feiras de quadrinhos pelo Brasil.

Abaixo você pode ver, ler e ouvir algumas das zines que fiz. E se quiser uma delas para pegar, visita a minha lojinha!

 
 

Coleção de Zines Quarentena

Criei a coleção de zines Quarentena durante a pandemia do novo coronavírus em 2020 e 2021, e foi pra mim uma maneira de me ajudar a lidar com ela sem endoidar. Inventar com papel, canetas, dobras e giros me trouxe boas energias nesse período em casa, me permitiu encarar o que eu estava sentindo de maneira mais honesta e me inspirou a compartilhar tudo isso.

Aqui embaixo você pode conferir cada zine mais de perto, clicando em cada uma!

 
e

Recife é uma pequena homenagem a essa cidade que me acolheu tão bem, de 2017. (7 pgs)

Bicicultura é um diário de cobertura do Bicicultura de 2018, um evento nacional que promove a mobilidade por bicicleta. (20 pgs)

Frutila é uma coletânea de quadrinhos autobiográficos com histórias de 2010 a 2015. (68 pgs)

Cosmo é uma história de amor futurista, de 2014. (12 pgs)

O Polegar de Ouro conta de quando eu participei de uma competição de carona na França, em 2012. (12 pgs)